sábado, 31 de março de 2012

Auto Retratos no Museu Arqueológico do Carmo

 Na 6ª feira, 30 de Março de 2012, tivemos a visita do grupo do Banco de Portugal para a actividade dedicada ao Auto Retrato. 
 Aqui ficam algumas imagens dos artistas em plena criatividade!!



Em breve divulgaremos algumas imagens dos fantásticos retratos deste grupo!

sexta-feira, 30 de março de 2012

No Carmo, à Conversa com a Arte - Museu Arqueológico do Carmo


Museu Arqueológico do Carmo
NO CARMO À CONVERSA COM A ARTE

18h.30m – 20h00 | Entrada Livre


Durante o mês de Abril de 2012, o Museu Arqueológico do Carmo convida-o a assistir a um ciclo de conferências intitulado “No Carmo à conversa com a Arte”, através do qual algumas das peças mais emblemáticas do Museu serão exploradas por Historiadores da Arte e Arqueólogos, especialistas em cada uma das áreas dos objectos a abordar.
Destinado a todos os tipos de público que tenham interesse em História da Arte e Arqueologia, este ciclo de conferências que será composto pelas seguintes comunicações, às quais se seguirá um debate:

12 de Abril | Teresa Leonor Vale | IHA da FLUL/ FCT
A estátua de S. João Nepomuceno e outras obras de João António Bellini de Pádua, no acervo do Museu Arqueológico do Carmo

Sinopse
A estátua de S. João Nepomuceno, na actualidade parte integrante das colecções do Museu Arqueológico do Carmo mas realizada para a desaparecida ponte de Alcântara, por João António Bellini de Pádua, escultor italiano fixado no nosso país desde pelo menos 1725, será o tema primeiro desta conferência. Porém, a mesma será igualmente a ocasião para divulgar algumas novidades acerca do autor e de algumas outras suas obras constante do acervo do Museu.

13 de Abril | Paulo Almeida Fernandes | CEAUCP-CAM
Quando os extremos se tocam. Influências orientais na produção artística moçárabe de Lisboa

Sinopse
Em anos recentes, Lisboa tornou-se numa referência para caracterizar a vitalidade construtiva dos cristãos de al-Andaluz. O numeroso espólio da Alta Idade Média reunido na cidade, e as influências orientalizantes que evidencia, motivaram um renovado olhar sobre um núcleo longamente considerado visigótico, mas cuja realização deve antes corresponder a contextos moçárabes, sujeitos a uma surpreendente influência bizantina.
O Museu Arqueológico do Carmo conserva as principais peças deste conjunto, razão pela qual é tantas vezes citado no amplo debate que percorre actualmente a comunidade científica peninsular que se dedica a identificar as realizações cristãs em território supostamente vinculado aos diferentes Estados islâmicos nascidos em solo ibérico.


19 de Abril | Mário Varela Gomes | FCSH
O teriantropo de Vila Nova de S. Pedro. A Tradução de uma cosmogonia?

Sinopse
Durante a escavação levada a cabo no lado poente do povoado [de Vila Nova de S. Pedro], em 1941, foi exumada um estatueta de osso, antropomórfica, medindo pouco mais de 0,05 metros de altura, considerada por A. Do Paço e E. Jalhay, muito justamente, “[…] o mais notável objecto encontrado até hoje, […]” e que, segundo aqueles arqueólogos, o perspicaz H. Breuil logo haveria de comparar com “[…] estatuetas orientais, de Susa e de Caldeia […].”

26 de Abril| Nuno Vassalo e Silva | FCG
A estela do Museu do Carmo e o colecionismo de arte indiana, em Portugal no século XVI

 Sinopse
A estela hindu do Museu do Carmo convida-nos a refletir sobre o colecionismo de arte indiana, em Portugal no século XVI. Sendo celebradas as esculturas que D. João de Castro enviara para o Convento da Penha Verde, em Sintra, a existência da estela em que no reverso se esculpiram as armas dos Souzas, para servir de pedra tumular, comprova um conhecimento e interesse pela arte não-cristã nas elites portuguesas que não tem sido ainda devidamente realçado.

Contamos com a vossa participação!

quarta-feira, 28 de março de 2012

Férias da Páscoa 2012

Para a semana que vem começam as nossas actividades das férias da Páscoa. 
Aqui fica a Alice para nos lembrar que SEM OVOS NÃO SE FAZEM PANQUECAS...

Auto-Retrato

  Alguns amigos vieram-nos visitar hoje para experimentar como se sente um artista quando cria o seu auto-retrato!
  Aqui ficam as imagens destas verdadeiras obras de arte:





terça-feira, 27 de março de 2012

sexta-feira, 23 de março de 2012

Ciclo de Conferências A Viagem e o Diário Gráfico: Pedro Moura "Pontes de encontro entre a banda desenhada e o diário gráfico" - Museu Arqueológico do Carmo

  Na próxima 3ª feira, 27 de março de 2012, iremos receber, para aquela que será a última conferência da I parte deste ciclo, Pedro Moura, crítico e docente de ilustração e banda desenhada, doutorando,escreve em lerbd.blogspot.com, que nos irá falar sobre as "Pontes de encontro entre a Banda Desenhada e o Diário Gráfico".
 Às 18h30 no Museu Arqueológico do Carmo, entrada gratuita.
 Aqui fica uma breve sinopse da conferência:

Pedro Moura
"Pontes de encontro entre a banda desenhada e o diário gráfico".
"Esta apresentação visa procurar entender os pontos de encontro e de divergência entre estas duas áreas, acreditando que o estudo das mesmas poderá iluminar ambas de uma forma mútua. Menos do que uma apresentação histórica ou sistemática, e imitando o modo de criação dos diários gráficos, procurar-se-á um passeio livre por entre os vários elementos que compõem estas disciplinas, deixando em aberto várias questões, para as quais o público estará desde logo convidado a discutir".
Contamos com a vossa presença!!

O Ciclo de Conferências A Viagem e o Diário Gráfico, organizado pelo Museu Arqueológico do Carmo e Eduardo Salavisa, terá uma II parte com novas conferências a partir de Maio 2012, sempre às 3ªs feiras, pelas 18h30, no Museu Arqueológico do Carmo. Em breve divulgaremos as datas e os conferencistas!
Mas, e para não perderem o hábito de nos visitar deixamos aqui as datas do Ciclo de Conferências No Carmo à Conversa com a Arte, às 5ªs feiras, a partir das 18h30, no Museu Arqueológico do Carmo. Entrada Gratuita.

Teresa Leonor Vale
12 de Abril - A estátua de S. João Nepomuceno e outras obras de João António Bellini de Pádua, no acervo do Museu Arqueológico do Carmo



Paulo Almeida Fernandes
13 de Abril - Quando os extremos se tocam. Influências orientais na produção
artística moçárabe de Lisboa
Mário Varela Gomes
19 de Abril – A estatueta ?  do Castro Vila Nova de S. Pedro
Nuno Vassalo e Silva
23 de Abril - A estela do Museu do Carmo e o colecionismo de arte indiana, em Portugal no século XVI

segunda-feira, 19 de março de 2012

Ciclo de Conferências A Viagem e o Diário Gráfico - Filipe Leal de Faria "Desenhar=viajar?. Desenho do quotidiano e a arte de viajar - Museu Arqueológico do Carmo

   É já amanhã, 20 de Março de 2012, que iremos apresentar mais uma conferência inserida no ciclo A Viagem e o Diário Gráfico.

  Desta feita contamos com a presença de Filipe Leal de Faria, Arquitecto, divulgador do desenho quotidiano, que participa e organiza livros, conferências e encontros subordinados ao tema, e que nos vem falar sobre "Desenhar=viajar? Desenho do quotidiano e a arte de viajar."
  A conferência tem início às 18h30 no Museu Arqueológico do Carmo. A Entrada é gratuita.
  
 Contamos com a vossa presença!




Próxima Conferência:



27 Março – Pedro Moura – “Pontes de encontro entre a Banda Desenhada e o Diário Gráfico”
Crítico e docente de ilustração e banda desenhada. Doutorando. Escreve em lerbd.blogspot.com.



sexta-feira, 9 de março de 2012

A Viagem e o Diário Gráfico - Conferência de João Jesus "O Desenho de viagem. Cadernos de Procura Paciente." - Museu Arqueológico do Carmo

      Na próxima 3ª feira, 13 de Março de 2012, iremos receber João Jesus, arquitecto, ilustrador e desenhador compulsivo, cuja conferência incidirá sobre "O Desenho de viagem. Cadernos de Procura Paciente." Inserida no Ciclo de Conferências A Viagem e o Diário Gráfico, organizado pelo Museu Arqueológico do Carmo e Eduardo Salavisa, tem início às 18h30 com entrada gratuita.


Aqui fica uma breve sinopse da conferência:



13 Março, 18h30 – João Jesus – “O Desenho de viagem. Cadernos de Procura Paciente”

Arquitecto, ilustrador e desenhador compulsivo (de confesso desamor aos próprios desenhos, mas de total entrega ao acto de desenhar)



Encontrando paralelo na história da viagem, o "desenho em viagem" surge como uma ferramenta importante de registo e também como forma de pensamento. Alguns personagens se salientam, muitas vezes sem ligação aparente, mas de alguma forma convergindo na vontade de tocar, ainda que tangencialmente, a paisagem cultural da sua época.
Deambular, viajar pelo espaço natural ou construído e observá-lo, é assim um must profissional que os artistas aceitam em favor da inspiração e eloquência, como forma de meditação e de conquista da memória. Desenha-se por necessidade, vício e prazer; pelo desejo da viagem catártica de Le Corbusier, como agente de mestiçagem tal como Alvar Aalto, ou fruto da emoção transbordante dos desenhos de Siza.
Procurou-se também, e de forma individual, legitimar o desenho de viagem como veículo de aprendizagem. E que melhor forma de o fazer senão desenhando...

Contamos com a vossa presença!

Próximas conferências:

20 Março – Filipe Leal de Faria – “Desenhar = viajar? Desenho do quotidiano e a arte de viajar”
Arquitecto, divulgador do desenho quotidiano, participou ou organizou livros, conferências e encontros subordinados ao tema
27 Março – Pedro Moura – “Pontes de encontro entre a Banda Desenhada e o Diário Gráfico”
Crítico e docente de ilustração e banda desenhada. Doutorando. Escreve em lerbd.blogspot.com

quarta-feira, 7 de março de 2012

Programação Férias Páscoa 2012 - Museu Arqueológico do Carmo



Actividades Férias de Páscoa 2012:

Sem Ovos não se fazem Panquecas!

         Com os ovos podem fazer-se muitas coisas: omeletes, bolos, sobremesas…E já pensaste que podes ver ovos por todo o lado? Na forma do rosto do teu amigo de infância? Nas personagens de alguns contos de encantar? Nas obras de arte?
         Nesta Páscoa vamos andar à volta do Ovo! Junta-te à nossa equipa e vem descobrir as mil e uma coisas que se podem fazer a partir do Ovo!


Dia 2 de Abril: ”O AUTO-RETRATO: O nosso rosto tem forma de ovo”
Dia 3 de Abril: “HUMPTY-DUMPTY NO PAIS DAS MARAVILHAS”
Dia 4 de Abril:O OVO DO DRAGÃO!”
Dia 5 de Abril:ESCULTURAS DE OVOS”


Informações úteis:
Faixa etária: 6 aos 10 anos
Datas: 2, 3, 4 e 5 de Abril das 10h00 às 17h30
Preços: 15€ por dia (Dia inteiro; almoço e lanche incluídos)        
O Museu reserva-se o direito de recolher imagens para uso interno do programa e para efeitos de divulgação.
A programação pode ser alterada.

Contactos:
Museu Arqueológico do Carmo
Largo do Carmo
1200-092 Lisboa
Tel. 21 347 86 29

segunda-feira, 5 de março de 2012

A Viagem e o Diário Gráfico - Ciclo de Conferências - Isabel Baraona "Cadernos e Diários, as ficções dos artistas."

     É já amanhã, 6 de Março de 2012, que daremos continuidade ao ciclo de conferências A Viagem e o Diário Gráfico. 
Desta feita temos o prazer de receber Isabel Baraona com a conferência "Cadernos e Diários, as ficções dos artistas." 
Das 18h30 às 20h00 no Museu Arqueológico do Carmo, entrada gratuita.
Aqui fica a sinopse da conferência.



Isabel Baraona – “Cadernos e Diários, as ficções dos artistas”

Artista Plástica e Professora na ESAD.CR

Sinopse: Sendo o tema desta breve apresentação “cadernos e diários, as ficções dos artistas” vamos abordar 3 projectos diferentes de Sophie Calle que nos conta histórias verdadeiras sobre experiências vividas em New York, o percurso que a levou ao Japão e a Lourdes.
Para cada projecto artístico concebido, Sophie Calle publica uma pequena e luxuosa edição em colaboração com a Editora Actes-Sud. É difícil classificar estes objectos: são diários ficcionais, simulacros de cadernos, repositórios da memória de acções e performances ou arquivo ? Sabemos que este objectos gráficos não são um catálogo no sentido tradicional do termo e, podemos afirmar que são simultaneamente parte integrante e objecto autónomo. Ou seja, são livros que têm e “fazem” sentido fora do contexto convencional das exposições institucionais. 

Contamos com a vossa presença!

Próximas Conferências:
13 Março – João Jesus – “O Desenho de viagem. Cadernos de Procura Paciente”
Arquitecto, ilustrador e desenhador compulsivo (de confesso desamor aos próprios desenhos, mas de total entrega ao acto de desenhar)

20 Março – Filipe Leal de Faria – “Desenhar = viajar? Desenho do quotidiano e a arte de viajar”
Arquitecto, divulgador do desenho quotidiano, participou ou organizou livros, conferências e encontros subordinados ao tema

27 Março – Pedro Moura – “Pontes de encontro entre a Banda Desenhada e o Diário Gráfico”
Crítico e docente de ilustração e banda desenhada. Doutorando. Escreve em lerbd.blogspot.com